domingo, 28 de novembro de 2010

Minha estrada

''Conheço aquela sensação de mergulhar na escuridão. A presença de pessoas me deixava agitada, estava tão acostumada a ser capaz de sonhar acordada e fazer companhia a mim mesma que as outras pessoas representavam uma verdadeira invasão. Isso tudo era terrivelmente doentio.''
                                   Livro: Como conhecer Deus atravez dos Pinguins

    A estrada onde estou caminhando está precisandode consertos, alguém consegue arrumá-la?
    Meu Deus, quantos buracos! A cada passo que os meus pés se deslocam tenho que me desviar deles, em muitos eu caio e custo a me reerguer, fico ali, chorando, querendo alguém para me tirar dali, porém o que eu consigo ver são pessoas passando por mim sem mesmo mover suas cabeças para minha direção, as que encontram o meu olhar de agonia correm para conter o riso.
    Quando eu consigo sair dali, já com fome e sede tenho que lutar com mais buracos, isso não tem fim! Não vejo uma saída pra minha estrada, estou sozinha!

3 comentários:

  1. Camila, vc sabe o que é estar cercada de multidões
    e se sentir agonizada de tanta solidão?

    Sabe o que é parecer que ninguém entende sua dor,
    ninguém sente o que você sente?

    EU sei.
    Tbm sei que eu me senti assim por um bom tempo.
    Se algum dia vc quiser conversar sobre isso comigo... eu posso te contar...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir